Gripe – causas e sintomas


A gripe é uma infecção do sistema respiratório cuja principal complicação é a pneumonia, responsável por um grande número de internações hospitalares no país. A gripe inicia-se com febre alta, em geral acima de 38ºC, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca.

A gripe é causada pelo vírus influenza. Seus sintomas geralmente aparecem de forma repentina, com febre, vermelhidão no rosto, dores no corpo e cansaço. Entre o segundo e o quarto dia, os sintomas do corpo tendem a diminuir enquanto os sintomas respiratórios aumentam, aparecendo com frequência uma tosse seca.

Gripe – causas e sintomas

A febre é o sintoma mais importante da gripe e dura em torno de três dias. Os sintomas respiratórios, como tosse, tornam-se mais evidentes com a progressão da gripe e mantêm-se, em geral, por três a quatro dias após o desaparecimento da febre.

É uma doença muito comum em todo o mundo, sendo possível uma pessoa adquirir influenza várias vezes ao longo de sua vida. a gripe também é frequentemente confundida com outras viroses respiratórias e, por isso, o seu diagnóstico de certeza só é feito mediante exame laboratorial específico.

Existem três tipos vírus causadores dessa doença, tipos A, B e C. Os tipos A e B causam epidemias, que atingem 20% da população com dores, tosse e febre alta. O tipo C, também causa gripe, mas seus sintomas são muito menos graves.

Já o resfriado é causado, na maioria das vezes, por rinovírus. Seus primeiros sinais costumam ser coceira no nariz ou irritação na garganta, os quais são seguidos após algumas horas por espirros e secreções nasais. A congestão nasal também é comum nos resfriados, porém, ao contrário da gripe, a maioria dos adultos e crianças não apresenta febre ou apenas febre baixa.

gripe

Gripe

Mais sobre a gripe

Ao contrário do resfriado, os sintomas da doença geralmente surgem de repente. Outra diferença entre as duas doenças é a presença da febre, o que não acontece quando se está com resfriado. Outros sintomas que pode-se sentir:

  • Dores fortes nos músculos e articulações
  • Dor e cansaço ao redor dos olhos
  • Fraqueza ou fadiga em excesso
  • Corpo quente, pele avermelhada
  • Dor de cabeça
  • Tosse seca
  • Dor de garganta
  • Congestão nasal

Ainda não existem medicamentos que tenham demonstrado bons resultados no combate aos vírus dessa doença e do resfriado. Por isso, o tratamento é direcionado ao alívio dos sintomas da gripe. Os principais medicamentos sintomáticos utilizados são os analgésicos e antitérmicos, que aliviam a dor e a febre. Crianças entre 6 e 23 meses de idade, idosos, portadores de doenças crônicas e indivíduos imunodeprimidos geralmente estão mais suscetíveis a este vírus, uma vez que tendem a ter o sistema imunológico mais frágil e, por isso, os riscos de desenvolver complicações, como pneumonias bacterianas, são maiores.

Assim, é indicado que estes indivíduos, e também profissionais de saúde, vacinem-se anualmente contra a gripe. Quando a doença é mal curada pode levar a uma superinfecção bacteriana, que requer um tratamento à base de antibióticos, o que representa uma situação particularmente crítica para os grupos de risco.