Bula do remédio Radan


Radan

Bula do remédio Radan. Classe terapêutica dos Antagonistas H2. Princípios Ativos Ranitidina.

Indicação

Para que serve?

Nas diversas patologias que necessitam diminuir as secreções cloridropépticas do estômago tais como: úlcera gástrica, úlcera duodenal, esofagite de refluxo, hérnias de hiato, refluxo gastroesofágico, gastrites agudas e crônicas, dispepsia episódica crônica, síndrome de Zollinger-Ellison.

Posologia

Como usar?

Úlceras duodenais: 1 comprimido de 300 mg (ou 2 de 150 mg) à noite na fase inicial do tratamento que deve durar em torno de 4 semanas. Seguir com 1 comprimido de 150 mg à noite por 4 semanas. Úlceras gástricas: recomenda-se 1 comprimido de 150 mg de manhã e 1 à noite por 4 semanas, seguindo-se com 1 comprimido à noite por 4 semanas. Síndrome de Zollinger-Ellison: 1 comprimido de 150 mg, 3 vezes ao dia, podendo-se chegar até 6 gramas por dia se necessário. Dispepsia episódica crônica: 1 comprimido de 150 mg, 2 vezes ao dia por 4 a 6 semanas. Observação: para utilizar Radan líquido nas indicações acima, lembrar que: 150 mg equivalem a 2 colheres-medida (10 ml). 300 mg equivalem a 4 colheres-medida (20 ml). Para crianças a dose recomendada está em torno de 3 mg/kg/dia.

Composição

Comprimidos 150 mg: cada comprimido contém:ranitidina (cloridrato) 150 mg. Comprimidos 300 mg: cada comprimido contém: ranitidina cloridrato 300 mg. Líquido – em solução oral: cada 2 colheres-medida (10 ml) contém: ranitidina cloridrato 150 mg.

Apresentação

Caixa com 20 comprimidos de 150 mg. Caixa com 8 comprimidos de 300 mg. Líquido: frasco com 100 ml.

Laboratório

Marjan Ind. e Com. Ltda.