Bula do remédio Meflox


Meflox

Bula do remédio Meflox. Classe terapêutica dos Antibacterianos. Princípios Ativos Lomefloxacina.

Indicação

Para que serve?

Lomefloxacina é um antimicrobiano bactericida de largo espectro, indicado no tratamento das infecções causadas por bactérias suscetíveis, com ação no trato urinário, no aparelho respiratório, trato gastrintestinal, pele e tecido celular subcutâneo e ossos. Além disso, está indicado em algumas infecções sexualmente transmitidas como blenorragia.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Pacientes com hipersensibilidade às quinolonas.

Posologia

Como usar?

A posologia ideal para o adulto é a ingestão de 1 comprimido de 400 mg, uma única vez ao dia, durante 7 a 10 dias. Nos casos de osteomielite recomenda-se ampliação deste prazo para 60-90 dias. Em blenorragia, a dose única de 1 comprimido, durante 1 ou 2 dias é curativa. É conveniente verificar a sensibilidade da bactéria responsável pela infecção à lomefloxacina, porém a terapia pode ser iniciada antes de obtido o resultado desses testes. Pacientes com comprometimento renal: A lomefloxacina pode ser usada em pacientes com insuficiência renal. Entretanto, devido a lomefloxacina ser excretada primariamente no rim é recomendada alguma modificação na posologia para pacientes com insuficiência renal. Quando o clearance de creatinina for > 10, porém < 40 ml/min/1,73 m 2, a posologia recomendada para a maioria das infecções é uma dose inicial de 400 mg seguida por uma dose de manutenção de 200 mg uma vez ao dia (1/2 comprimido). Sugere-se determinação seriada dos níveis de lomefloxacina para avaliar necessidade de alteração dos intervalos de dose. Quando somente o nível de creatinina sérica for disponível, a seguinte fórmula (baseada no sexo, peso e idade do paciente) pode ser usada para converter este valor em clearance de creatinina (CL Cr ml/min). A equação presume que a função renal do paciente esteja já estável: homens: [Peso em kg] x [140 idade] ÷ [72 x creatinina sérica (mg/100 ml)]. Mulheres: 0,85 x valor acima. Profilaxia: Quando se considerar apropriado profilaxia pré-operatória por via oral ou procedimentos cirúrgicos transuretrais, deve-se administrar uma dose única de 400 mg de MEFLOX por via oral 2 a 6 horas antes da cirurgia.

Laboratórios KLINGER do Brasil Ltda.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

A lomefloxacina não deve ser usada em crianças ou adolescentes no período de crescimento. A classe das quinolonas pode causar estimulação do sistema nervoso central que pode levar a tremores, agitação, tontura, confusão e muito raramente, a crises convulsivas. Portanto, a lomefloxacina deverá ser usada com cautela em pacientes com suspeita ou alterações confirmadas do SNC, tais como epilepsia ou outros fatores predisponentes a convulsões. Os quinolônicos têm demonstrado provocar fotossensibilidade. Os pacientes deverão ser avisados para evitar exposição prolongada à luz ultravioleta durante o tratamento com lomefloxacina. É necessário alterar o regime posológico em pacientes com comprometimento renal com clearance de creatinina < 30 ml/min/1,73 m 2 (ver Posologia). Gravidez: A lomefloxacina não deve ser usada em grávidas. O uso seguro da lomefloxacina em grávidas não foi estabelecido. Portanto, o uso requer que os benefícios sejam avaliados em relação aos riscos. Devido à lomefloxacina, como outras drogas da classe, causar artropatia em animais jovens, não deverá ser usada em gestantes.

Composição

Cada comprimido contém: Cloridrato de lomefloxacina 441,6 mg (equivalente a 400 mg de lomefloxacina); Excipientes: Lactose monoidratada, carboximetilcelulose cálcica, estearato de magnésio, hidroxipropilcelulose, estearato de polioxil-40, hidroxipropilmetilcelulose, opaspray M-1-711-B, polietilenoglicol 400.

Apresentação

Comprimidos revestidos. Caixas contendo 3 e 7 unidades.

Interações Medicamentosas

A administração concomitante de sucralfato e antiácidos contendo alumínio e magnésio diminui a biodisponibilidade de lomefloxacina, por formar complexos quelantes; portanto a ingestão destes antiácidos deve ocorrer no mínimo 2 horas antes ou 2 horas após a administração de lomefloxacina para minimizar este decréscimo na biodisponibilidade. A co-administração com probenecida retarda a eliminação da lomefloxacina. Deve-se evitar o uso concomitante de lomefloxacina e fembufeno. A lomefloxacina não interage com cafeína. Ao contrário de muitas outras quinolonas, a lomefloxacina não interage com a teofilina. As quinolonas podem aumentar os efeitos do anticoagulante oral, warfarina, ou seus derivados. A cimetidina demonstrou interferir na eliminação de outras quinolonas, aumentando significativamente a meia-vida. Não se estudou sua interação com lomefloxacina. A administração concomitante com a alimentação retarda um pouco a absorção, porém, não influi sobre a extensão da absorção.

Introdução

Meflox
Lomefloxacina

Laboratório

Laboratórios Klinger do Brasil Ltda.