Bula do remédio Hidroxid


Hidroxid

Bula do remédio Hidroxid.

Indicação

Para que serve?

Como antiácido e antifisético nos casos de hiperacidez gástrica, úlcera ptica, esofagite, gastrite, duodenite e hérnia de hiato.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Pacientes com hipofosfatemia devido à ocorrência de depleção de potássio pelos sais de alumínio. Também é contra-indicado em pacientes com insuficiência renal grave devido ao risco aumentado de ocorrência de hipermagnesemia.

Posologia

Como usar?

Adultos: 2 a 6 comprimidos ou 2 a 6 colheres das de chá, diariamente, 1 a 3 horas após as refeições e ao deitar. Outros esquemas apropriados a cada caso podem ser instituídos a critério médico. Não se recomenda exceder essas doses diárias ou manter por mais de 14 dias a dose máxima diária (6 colheres das de chá ou 6 comprimidos ao dia), exceto sob supervisão médica. Antes do uso agite bem o frasco da suspensão. Crianças acima de 10 anos: metade da dose para adultos.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Eventualmente, pequenas alterações no trânsito intestinal poderão ocorrer com o uso do medicamento, que desaparecerão com simples interrupção do tratamento. – Interações medicamentosas: a absorção de alguns medicamentos pode ser alterada com a ingestão concomitante de antiácidos, portanto, a administração de tetraciclinas, sais de ferro, clorpromazina, levodopa, isoniazida, digoxina, antagonistas H2, indometacina, nitrofurantoína e dicumarol, deve ser feita durante 1 a 2 horas após o uso de antiácidos. Quinidina: o uso concomitante com antiácidos pode elevar os seus níveis plasmáticos com possível efeito tóxico, se a urina tornar-se alcalina durante o tratamento com o antiácido. Sais de ferro: são convertidos em óxido de ferro polimérico, pouco absorvíveis. – Superdosagem: na ausência de experiência com superdosagem aguda, é razoável assumir que os procedimentos de lavagem gástrica e tratamento geral de suporte devem ser empregados.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O uso de antiácido contendo magnésio em pacientes com insuficiência renal leve a moderada somente deve ser efetuada quando estritamente necessário e sob supervisão médica, devido ao risco aumentado de hipermagnesemia. O uso prolongado e em doses elevadas de antiácidos contendo alumínio em pacientes com dieta deficiente em fosfatos poderá acarretar hipofosfatemia. Pacientes com insuficiência renal crônica poderão apresentar hiperaluminemia. A utilização de antiácidos durante a gravidez somente deve ser realizada sob orientação médica. O uso deste medicamento não é recomendado para crianças menores de 10 anos.

Composição

Cada 5 ml da suspensão oral ou cada comprimidocontém: hidróxido de alumínio 200 mg, hidróxido de magnésio 200 mg, dimeticona 20 mg.

Apresentação

Caixa com 20 comprimidos mastigáveis e suspensão oral em frasco de vidro âmbar com 150 ml.

Laboratório

Lab. Farmacêutico Elofar Ltda.

SAC: 0800-600-1344