Benefícios do Zimbro


Essa planta não é muito popular, porém ela é benéfica em casos de complicações digestórias ou desconforto ao urinar. Os galhos e as folhas desse fruto, auxiliam na maioria dos casos em tratamentos capilares. Então, você concorda que depois desses benefícios essa frutinha não deve passar despercebida ? Então, todos nós pensamos da mesma maneira ! Vamos saber mais sobre o zimbro e os benefícios dessa maravilhosa planta. Confira : “Benefícios do Zimbro”.

Benefícios do Zimbro

O zimbro é uma planta medicinal pouco conhecida. Essa planta também pode ser conhecida pelos seus seguintes nomes populares, como : junípero, genebreiro, junipo e zimbrão. O zimbro é uma planta encontrada com frequência nas regiões da Europa. O nome científico desta planta é Juniperus communis.  O zimbro se desenvolve na forma de um arbusto. Essa planta fornece frutos arredondados que lembram e são bem parecidos com às uvas, eles tem um gosto e um cheiro marcante. Suas folhas são pontudas. 

Benefícios do Zimbro

 

A espécie Juniperus communis que pertence a família das cupressáceas. Normalmente esse tipo de planta não chega a atingir mais de 1 metro de altura. Se bem que é possível encontrar modelos que possa atingir de 2 a 7 metros. Eles podem medir essas alturas se estiverem em forma de arbusto. Mas podem ser mais altos se encontrados de forma arbórea (principalmente na Europa). As flores do zimbro tem coloração amarelada. As partes mais usadas desta planta são as frutas e sementes. Segundo com cada localidade, a planta que conhecemos como zimbro pode ser conhecida por outros nomes populares, por exemplo, fruto de genebra, genebreiro, junipo, junípero e zimbrão. No entanto, tem aqueles que acham que o zimbro desfruta outras capacidades, como, por exemplo, propriedades medicinais positivas para o organismo humano.

O fruto

O fruto do zimbro é bastante benéfico em casos de desordens digestivas, complicações nos rins e na bexiga (incluindo o desconforto para urinar). É um sem dúvidas um maravilhoso diurético. É dos frutos que são extraídos os óleos utilizados como tempero e também como remédio natural. As sementes do zimbro dão origem a um óleo que é utilizado para dar o sabor e aroma caracterizantes da bebida alcoólica gin, muito utilizado em drinques, com o gosto e o aroma adocicados levemente. A frutinha do zimbro, sempre que maduras, tem características antissépticas e tônicas. Pode-se fazer uma infusão dos galhos e folhas do zimbro para usar como xampu que age combatendo e prevenindo a caspa. Pode ser usado de outra maneira também, como repelente de insetos.

Chá de zimbro – Modo de preparar

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa do pó de zimbro
  • Meio litro de água

Modo de preparo

Leve ao fogo duas colheres de sopa do pó de zimbro, junto com meio litro de água. Espere ferver por cinco minutos, então abafe o recipiente e aguarde até que o chá amorne. Quando a temperatura estiver adequada para consumo, beba o chá de zimbro e repita o procedimento uma vez por dia, no período de uma semana ou de acordo com a indicação médica. O zimbro é vendido em lojas especializadas na forma do pó do fruto. As lojas especilizadas são as de produtos naturais e também em lojas pela internet.

Chá de zimbro – com as bagas

Ingredientes

1 colher se sopa de bagas

1 litro de água

Modo de fazer

Coloque 1 colher de sopa ( rasa ) para um litro de água. Deixe cozinhar por 7 ou 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição, após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso. É recomendado o consumo do chá de zimbro no intervalo das refeições.

Observações e indicações : Em situações de tratamentos feitos com o zimbro por um comprido e demorado tempo, se nota o crescimento de uma possibilidade com problemas nos rins. Pessoas que tem doenças nos rins ou mulheres grávidas não devem consumir a planta.

Lembramos que cada organismo é único e responde as incitações feitas de formas diferentes. Por essa maneira, é recomendaado vigorosamente que não seja iniciado um tratamento medicinal, tanto ele industrializado ou de forma natural, sem o ajuda e recomendações de um médico ou especialistas.