Suco das folhas da graviola


A graviola também pode ser consumida in natura, mas vale destacar que sozinha tem um sabor bastante azedo. Todas as partes da árvore podem ser moídas e utilizadas como um sedativo ou como um anticonvulsivante. O fruto da graviola tem uma longa história de uso terapêutico em culturas antigas, sendo atualmente utilizado na produção de remédios fitoterápicos. Quase todas as partes da planta da graviola possuem propriedades medicinais, incluindo suas folhas, frutos, sementes, cascas e raízes, sendo utilizadas para o tratamento e a prevenção de diversas doenças. Quer saber mais ? Confira em : “Suco das folhas da graviola”.

Benefícios do suco das folhas da graviola

Um pé de graviola pode ajudar na cura do câncer. Foram encontradas nas folhas da graviola substâncias que são denominadas acetogninas, que auxiliam o tratamento da cura de vários tipos de câncer e um teste feito com as folhas da graviola chegou a eliminar células dessa doença de forma eficiente em comparação aos medicamentos utilizados em hospitais. Existem diversas empresas internacionais que estão totalmente focadas no investimento dessa planta e também da fruta. O suco das folhas da graviola ajudam a eliminar o catarro e o muco. O suco das folhas da graviola podem ser consumidos para reforço da imunidade e também para tratar os sinais da artrite.

Propriedades da Graviola

Fruta saborosa e conhecida a bastante tempo no nosso país. A graviola é  originária das Antilhas, porém no Brasil é encontrada em  quase todo o território, sobretudo na Amazônia, no Nordeste e no Cerrado. De sabor doce ligeiramente ácido, apresenta-se agradável ao paladar e graças a sua rica composição nutricional, oferece muitos benefícios ao organismo humano. É típica da América Central e foi trazida ao Brasil, onde se reproduz com maior facilidade em climas frios ou amenos, embora cresça em qualquer tipo de solo e seja bastante presente na região Nordeste. A graviola é um fruto verde em forma de coração, que tem cerca de seis a oito polegadas (15, 24-20, 32 cm) de diâmetro. De uns tempos pra cá, tem se mostrado interessante para os cientistas devido à presença da acetogenina, que tem propriedades citotóxicas. Em outras palavras: este ativo fitoquímico tende a atacar as células cancerígenas.

 As propriedades da graviola incluem a sua ação anticancerígena, antiparasitária, antibacteriana,  adstringente, antiespasmódica,  antitérmica, hipotensiva, inseticida, vasodilatador, vermífugo, dentre outras.Graças à presença da vitamina C, o fruto ajuda no combate aos radicais livres, mantendo protegidas as células saudáveis do corpo. As fibras, contidas na fruta, ajudam no combate à prisão de ventre, além de auxiliar no emagrecimento, pois ajuda a regular o intestino e reduzir o apetite. Além disso, suas sementes são eficazes no alívio de dores estomacais.

Suco das folhas da graviola

Benefícios da graviola

  • Combater a diabetesPor conter fibras que evitam que o açúcar aumente rapidamente no sangue;
  • Febre – As folhas de Graviola têm sido muito utilizadas em lugares como Haiti, Jamaica e Antilhas para tratar a febre. Junto com o suco da fruta, são usadas para ajudar a manter a temperatura ideal do corpo, de acordo com a Base de Dados de Nutrição Raintree plantas tropicais. Na cultura peruana, o chá de Graviola é utilizado para aliviar a inflamação da membrana mucosa e também para baixar febres;
  • Anticancerígeno- O suco de graviola contém antioxidantes que evitam a formação de tumor activo compostos e doenças cancerígenas. As folhas da planta também possuem um tipo de proteína, que pode funcionar como quimioterapia;
  • Combate Ácido Úrico;
  • Aliviar dores de reumatismo – Pois tem propriedades antirreumáticas que ajudam a diminuir a inflamação e a dor;
  • Digestivo – Na América do Sul e no Caribe costumam tratar doenças como a diarreia e a disenteria com a graviola, já que as folhas da planta supostamente ajudam a matar parasitas e vermes. O suco de graviola também é consumido com a mesma finalidade;
  • Hipertensão– A graviola contém grandes quantidades de sódio, de potássio. Os níveis elevados de potássio agem como um diurético no organismo, o que pode reduzir a pressão arterial;
  • Trata dor nas costas;
  • Ajuda a tratar doenças de estômago, como úlcera e gastrite – porque tem propriedades anti-inflamatórias que diminuem a dor;
  • Depressão– Alguns herbalistas acreditam que os alcaloides da Graviola podem reduzir os sintomas da depressão por captação cérebro, reduzindo os níveis de serotonina. A serotonina regula o humor e emoções como a felicidade e a tristeza. A investigação sobre os alcaloides da graviola indica, contudo, que esses compostos químicos podem causar efeitos adversos no sistema nervoso e, ainda, doenças como o Mal de Parkinson;
  • Envelhecimento- As quantidades elevadas de vitamina C, que tem o suco de graviola agem como um antioxidante que retarda o processo de envelhecimento e estimular o sistema imunológico;
  • Diminuir a insônia – por ter propriedades sedativas que ajudam a adormecer;
  • Constipação-O teor de fibra deste suco é elevado, por isso, é altamente recomendado para tratar a constipação, os cálculos intestinais, reduzir o ácido úrico e aumentar o apetite;
  • Baixar a pressão arterial – pois é uma fruta diurética que ajuda a regular a pressão alta;
  • Sedativo – Sul-americanos e caribenhos usam as folhas de graviola, assim como a casca e as raízes da planta, como sedativo. A planta também é utilizada para tratar problemas de coração. Os efeitos exatos – ou colaterais – de tais utilizações não são conhecidos e não há registros de nenhuma pesquisa científica que apoie essas alegações.

A graviola pode ser utilizada no tratamento de :

  • Catarro
  • Cólicas
  • Diabetes
  • Diarreia
  • Depressão
  • Abscessos
  • Artrite
  • Asma
  • Câncer
  • Reumatismo
  • Vermes
  • Inflamações
  • Hipertensão arterial

Receita para preparar o suco das folhas da graviola

Ingredientes

1 litro de água pura (sem cloro ou flúor)

5 folhas frescas de graviola

Modo de fazer

Bater as folhas da graviola em um litro de água pura.