Queilite – causas e sintomas


A queilite é um processo inflamatório dos lábios provocado por diversos fatores, podendo se apresentar como descamação, erosão ou inchaço nos lábios. A queilite angular é a condição mais comum entre as diversas formas da doença, localizando-se na comissura bucal (canto da boca) e apresentando-se como uma pequena fissura no ângulo de encontro dos lábios superior e inferior que dificulta abrir a boca e que se a abrirmos um pouco mais sangra e arde.

A doença é causada por uma infecção por levedura, a qual cresce facilmente na umidade que se acumula nas dobras de pele no canto da boca. Podemos encontrar vários tipos da manifestação da doença, sendo eles:

Queilite – causas e sintomas

A queilite actínica: é causada por uma exposição contínua ao sol, podendo evoluir para o câncer. É mais comum em homens brancos, acima de 40 anos, sendo causada por uma exposição contínua ao sol, podendo evoluir para o câncer.

A queilite glandular: pode ser obtida por causas genéticas, emocionais e acompanhar doença periodontal.

A queilite de contato: surge devido as substâncias que entram em contato com os lábios como pastas dentais, maquiagens, batom, alimentos e instrumentos musicais de sopro ou outros objetos levados à boca de maneira compulsiva.

A queilite angular ou boqueira: pode ser causada por bactérias, fungos, constituição genética alérgica, alterações nutricionais e outros fatores. Este tipo de queilite pode ter o acúmulo de saliva no canto da boca como o principal fator desencadeante, facilitando a contaminação da ferida.

Entre os fatores de risco, pode-se citar: envelhecimento, ausência de dentes, uso de aparelhos odontológicos, uso de dentaduras mal adaptadas, candidíase oral, alergia a produtos dentários e má higiene oral. Esse problema é frequente em pessoas com dentaduras mal ajustadas.

As próteses podem não separar suficientemente as mandíbulas superior e inferior. Pessoas que costumam lamber ou esfregar os cantos da boca também tendem a desenvolver esse mal e pessoas com problemas de saúde, como anemia, diabetes e deficiências imunológicas são particularmente vulneráveis.

queilite

Queilite

Mais sobre a Queilite

Todas as formas da doença implicam em lesões nos lábios, porém, cada uma delas tem particularidades próprias. A queilite actínica, por exemplo, acomete quase exclusivamente o lábio inferior, que se torna mais fortemente avermelhado e perde a delimitação com a pele.

Com o passar do tempo, a região descama e se torna ressecada e áspera, já a angular, além de dor e ardência local, causa inchaço, vermelhidão, descamação e rachaduras locais que se estendem para a pele. Quando surge pelo contato geralmente acontece em toda a extensão labial e forma pequenas bolhas cheias de líquido. Já a queilite esfoliativa ocasiona descamação persistente e aumento da espessura dos lábios. O surgimento de feridas nos lábios pode indicar que a lesão seja ou se transformou em uma maligna. Em geral, além dos sintomas,ela traz comprometimento estético para a região.

O uso de protetores solares labiais, evitar colocar objetos na boca e de morder ou lamber os lábios, limpeza e desinfecção das próteses dentárias. É necessário se cuidar e se proteger, já que a queilite em forma actínica pode evoluir para câncer, se não houver um acompanhamento e tratamento correto.