Bula do remédio Saltamol


Saltamol

Bula do remédio Saltamol.

Indicação

Para que serve?

Broncodilatador, indicado no alívio e controle do broncospasmo associado a crises de asma, bronquite, enfisema e exercícios físicos.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Apesar de salbutamol ser utilizado no controle do parto prematuro, Saltamol não deve ser administrado em casos de risco de aborto durante o primeiro e segundo trimestre da gravidez. História de hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Posologia

Como usar?

Adultos: alívio das crises de asma ou do broncospasmo agudo de outra etiologia: 1 ou 2 inalações por aplicação, repetidas, se necessário, a intervalos mínimos de 4 horas. Prevenção das crises ou tratamento de manutenção: 2 inalações, 3 ou 4 vezes ao dia. Prevenção do broncospasmo produzido pelo exercício físico: 2 inalações antes do exercício. Crianças: alívio das crises de asma ou do broncospasmo agudo de outra etiologia: 1 inalação, repetida, se necessário, a intervalo mínimo de 4 horas. Prevenção das crises ou tratamento de manutenção: 1 inalação, 3 a 4 vezes ao dia. Prevenção do broncospasmo produzido pelo exercício físico: 2 inalações antes do exercício. – Superdosagem: em casos de superdosagem pode ocorrer hipocalemia. O tratamento recomendado é o seguinte: o antídoto de escolha é um agente betabloqueador cardiosseletivo, contudo medicamentos betabloqueadores devem ser utilizados com cautela em pacientes com história de broncospasmo. Monitorar os níveis séricos de potássio. Pacientes idosos: deve-se seguir as orientações gerais descritas na bula. Contudo o tratamento deve ser iniciado com uma inalação ao dia e esta só deverá ser aumentada a critério médico.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Raros casos de urticária, angioedema, exantema, broncospasmo e edema da orofaringe foram relatados após o uso de salbutamol. No caso de broncospasmo paradoxal, a utilização deve ser imediatamente interrompida e instituída terapia alternativa. Foram também relatados angina, vômito, tontura, estimulação do SNC, gosto incomum, secura e irritação da orofaringe, palpitações, taquicardia, aumento da pressão arterial, assim como cefaléia e tremores de baixa intensidade que desaparecem com a descontinuação do tratamento. Pode ocorrer hiperatividade em crianças e hipocalemia potencialmente séria em alguns pacientes.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Saltamol deve ser utilizado com cautela em pacientes com tireotoxicose. Não é recomendável a administração deste produto no primeiro e segundo trimestres da gravidez ou durante a lactação. O efeito broncodilatador de Saltamol perdura por 4 horas, exceto em processos mais avançados, casos em que o paciente deve ser advertido a não aumentar as doses e nem associar outra medicação sem aconselhamento médico. Interações medicamentosas: Saltamol não deve ser utilizado concomitantemente com betabloqueadores como propranolol.

Composição

Spray: cada jato liberado contém: salbutamol100 mcg. Excipientes: ácido oléico, triclorofluormetano, diclorodifluormetano.

Apresentação

Aerossol pressurizado. Tubo de alumínio com 200 doses, acompanhado de aplicador plástico.

Laboratório

Zambon Laboratórios Farmacêuticos Ltda.

SAC: 0800-0177011