Bula do remédio Florinefe


Florinefe

Bula do remédio Florinefe.

Indicação

Para que serve?

Terapia de substituição parcial nos casos de insuficiência adrenocortical (doença de Addison) primária e secundária, e para o tratamento da síndrome adrenogenital de perda de sal.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Pacientes com suspeita ou com hipersensibilidade conhecida a hidrocortisona ou a qualquer dos ingredientes inativos.

Posologia

Como usar?

A dosagem depende da gravidade da doença e da resposta do paciente. A menor dose possível deve ser usada para controlar a condição a ser tratada e uma redução de dosagem deve ser feita (gradualmente) quando possível.

Insuficiência adrenocorticóide (crônica)
Na doença de Addison, a associação de FLORINEFE com um glicocorticóide, tal como a hidrocortisona ou cortisona, representa terapia de substituição para uma atividade adrenal normal aproximada.

A dose usual para adultos, adolescentes e pacientes idosos é de 1 comprimido (0,1 mg) de FLORINEFE ao dia, embora se empregue dosagens variando de 1 comprimido (0,1 mg) três vezes por semana a 2 comprimidos (0,2 mg) diariamente. Se houver desenvolvimento de hipertensão como uma consequência da terapia, a dose deve ser reduzida para 0,05 mg ao dia.

Administra- se preferivelmente FLORINEFE em associação com a cortisona (de 10 mg a 37,5 mg ao dia em doses divididas) ou hidrocortisona (de 10 mg a 30 mg em doses divididas).

Síndrome Adrenogenital com perda de sal
A dose recomendada para o tratamento da Síndrome Adrenogenital com perda de sal é de 1 comprimido (0,1 mg) a 2 comprimidos (0,2 mg) de FLORINEFE ao dia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

O paciente deve notificar o médico caso ocorra tontura, dores de cabeça severas ou contínuas, inchaço dos s ou pernas ou qualquer ganho anormal de peso.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Relate ao médico qualquer história clínica de doença cardíaca, hipertensão ou disfunção hepática ou renal. Informe o médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento, principalmente os que podem interagir desfavoravelmente com o FLORINEFE.

É de vital importância que o paciente compreenda a sua necessidade com relação ao tratamento com o esteróide e que deve ser acompanhado periodicamente por um médico. O aumento da dosagem se faz necessário em condições de “stress” bastante variáveis (p.ex.: trauma, cirurgia ou doenças graves).

Composição

Cada comprimido contém: acetato defludrocortisona 0,1 mg. Ingredientes inativos : fosfato de cálcio , corante D&C vermelho nº 27, amido de milho, lactose, estearato de magnésio, benzoato de sódio e talco.

Laboratório

Bristol-Myers Squibb Pharma EEIG

– SAC: 0800 727 6160