Bula do remédio Azopt


Azopt

Bula do remédio Azopt. Princípios Ativos Suspensão Oftálmica Estéril e Brinzolamida.

Indicação

Para que serve?

AZOPT Suspensão Oftálmica a 1% está indicado no tratamento da pressão intra-ocular elevada em pacientes com hipertensão ocular ou glaucoma de ângulo aberto.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Está contraindicado em pacientes com hipersensibilidade a qualquer dos seus componentes.

Posologia

Como usar?

AGITAR BEM ANTES DE USAR. Instilar 1 gota no saco conjuntival do(s) olho(s) afetado(s) 2 vezes por dia, na terapia única ou adjuvante. Quando outro agente antiglaucomatoso oftálmico for substituído por AZOPT, interromper o outro agente após a dose apropriada do dia e iniciar o tratamento com AZOPT no dia seguinte.

Se for usado mais do que um produto tópico oftálmico, estes devem ser administrados com um intervalo de 10 minutos entre cada um.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Em estudos clínicos realizados com AZOPT (suspensão oftálmica de brinzolamida a 1%), as reações adversas observadas com mais freqüência foram visão embaçada e sabor amargo, ácido ou incomum na boca. Estes efeitos ocorreram em 5 a 10% dos pacientes.
De 1 a 5% dos pacientes sofreram blefarite, dermatite, olho seco, sensação de corpo estranho no olho, dor de cabeça, hiperemia, secreção e incômodo ocular, ceratite, dor, prurido e rinite ocular.

Composição

Cada ml contém
Brinzolamida……10 mg.

Veículo constituído de manitol, carbômero 974P, tiloxapol, cloreto de sódio, com edetato dissódico e cloreto de benzalcônio como conservantes e água purificada q.s.p. 1ml.

Apresentação

AZOPT 1% Suspensão Oftálmica é apresentado em frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml.

Interações Medicamentosas

AZOPT Suspensão Oftálmica 1% contém um inibidor da anidrase carbônica. Durante os testes clínicos com a brinzolamida, não foram relatadas alterações do equilíbrio ácido-básico ou dos eletrólitos. Entretanto , em pacientes tratados por via oral com inibidores da anidrase carbônica, foram observadas algumas interações com doses elevadas de salicilato. Portanto, a possível interação entre estas drogas deve ser considerada nos pacientes que recebem AZOPT.

Laboratório

Alcon

Alcon Laboratórios do Brasil Ltda.: Av. N.S. da Assunção, 736 05359-001, São Paulo – SP; CNPJ 60.412.327/0013-36 – Indústria Brasileira; -sacbrasil@alconlabs.com; – SAC: 0800 7077908.